Deus foi criado para estimular o medo e a submissão entre os homens

As religiões sempre se demonstraram excelentes meios de dominação. Lideranças religiosas exercem um poder incrível, pois a associação destas com a divindade lhes dá uma imagem de incorruptíveis, transmitindo uma confiança que nunca é questionada.

Desde a antiguidade, atribuir as coias a Deus era um meio de legitimar ideias e decisões. O poder de faraós, por exemplo, ganhava força quando associado à Deus ou divindades. Moisés teve que inventar que a tábua dos dez mandamentos foi "recebida por Deus" para que o que estava escrito pudesse ser autenticado. Até hoje, a teocracia iraniana no Oriente Médio ganha força com a sua divinização.

Portanto concluo que Deus, na verdade é um ser mitológico criado para estimular o medo e a submissão em pessoas e legitimar os valores associados a Ele. As pessoas tem medo do desconhecido e a ideia de um Gigante Invisível a nos controlar nos estimula a sermos cada vez mais submissos não somente a Deus, mas a lideranças terrestres que tem, a sua maneira, algum tipo de divinização.

Pode parecer coincidência, mas quanto mais religiosa for uma pessoa, mais submissa á lideranças terrestres ela será. Deus é comparável ás lideranças terrestres por ser supostamente o seu equivalente na gestão do universo. Se casas, bairros, cidades, estados, países e até o mundo têm lideranças, porque não o universo? Quem pensa que tudo é feito por pessoas e acha impossível o universo ser auto-controlável, vai usar a analogia para defender a suposta existência de Deus.

Outra coisa: a crença em Deus é instintiva. Tem base na  necessidade de um tutor. Lembra da lenda do patinho que sai do ovo e elege a primeira coisa que vê como mãe? Pois é. Isso explica porque pessoas menos racionais tendem a acreditar mais em Deus. A inteligência, quando desenvolvida nos faz analisar as coisas e perceber que é impossível o universo ser "governado" por uma pessoa.

Mas o bom (para os líderes da terra, sejam religiosos, políticos ou econômicos) é que a ideia da existência de Deus faz a humanidade mais submissa. Com medo (temente) de uma divindade que não conhecem, são capazes de fazer qualquer coisa em prol de quem falar em nome de Deus.

Comprovadamente, a fé em Deus é a forma mais fácil de convencer as pessoas a fazer o que as lideranças querem. Nunca houve meio mais fácil de escravizar as pessoas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em franca decadência, "Espiritismo" brasileiro, consagrado como uma igreja, apela para não acabar

Alegada "impossibilidade" de ateísmo espírita tem origem nos dogmas de Chico Xavier