Para espíritas e "espíritas", Deus existe porque... sim!

A crença na existência em Deus, do contrário que quase todos pensam, vem do materialismo. Acostumados com a existência das lideranças na Terra e a achar que tudo tem que ter no minimo um responsável humano, entenderam que o universo teria que ter seu "Responsável Humano" liderando. Poucos conseguem imaginar a possibilidade da natureza ser auto-gestora.

Para muitos, a ideia de que uma coisa pode ser controlada sem a influência humana soa absurda, mas para a lógica soa mais plausível. Pessoas lideram porque são orgulhosas e egoístas e a função de liderar extrapolaria o desejo de domínio e de abuso das vontades. E pelo que a gente observa todos os dias, a liderança pode sim causar desordem. Uma desordem organizada pelas leis, mas uma desordem.

É absolutamente mesquinha a ideia de que um ser humano controle o universo e nossas vidas. Não adianta dizer que Deus não é humano, imaginando outras formas para ele. Espírito, sapo, elefante, sopro, pomba, ET, dâ a Deus a forma que quiser: ele sempre será humano. E como humano será tã falho quanto nós.

Seletivo, autoritário e interesseiro, Deus parece ser o ente que manobra as marionetes que somos nós. Se Deus existe, somos todos marionetes de Deus. Deus é um sacana que vive a nos sacanear o tempo todo, fazendo pegadinhas e brincadeiras de mau gosto para depois nos ajoelharmos diante dele louvando com palavras estrangeiras que sequer sabemos o real significado.

E aí vem os "espíritas" sequiosos em transformar o que acreditam em uma igreja, aceitando a ideia de que somos controlados por um homem metido e arrogante. Agimos todos como escravos felizes de um homem que só vive se escondendo. porque ele se esconde? Se ele tem se esconder, é por que boa coisa não é.

Enquanto os espíritas verdadeiros (de Kardec) ainda se propõem a tentar encontrar uma razão lógica para a existência de Deus (que em si não é nada lógica), os "espíritas" (de Chico Xavier, Divaldo, Bezerra e quejandos) aceitam sem questionar, sem analisar. Usam o famoso "porque sim"como prova "inquestionável" da existência de seu Amiguinho Imaginário (com letras maiúsculas como coerência). Deus existe, porque existe. Deus existe porque ,,, sim!

E com isso vamos nos isentando de nossas responsabilidades entregando ao Amigo Imaginário a missão de melhorar o planeta e acabar com nossos problemas. não precisamos lutar nem fazer nada. Só acreditar no Amigo Imaginário que "Ele" fará tudo pro nós. Por isso que os benefícios que recebemos são tão imaginários quanto o nosso "Amigo" em um mundo que só piora ainda mais com a religiosidade.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em franca decadência, "Espiritismo" brasileiro, consagrado como uma igreja, apela para não acabar

Alegada "impossibilidade" de ateísmo espírita tem origem nos dogmas de Chico Xavier