A antropomorfização do Deus "espírita"

Os "espíritas" brasileiros acreditam em Deus. E como fizeram da doutrina uma religião igrejista, com cacoetes importados do Catolicismo, este Deus teria que ter forma humana. Não seria legal para um bando de beatos ser obedientes a algo que não pareça humano.

Mas apesar da declaração recente do "mestre" Divaldo Franco (um deturpador, como muitos na versão brasileira da doutrina) de que "Deus é uma pessoa do sexo masculino, e isso está perfeitamente correto", os "espíritas" brasileiros preferem acreditar que Deus é um espírito como nós, só que um pouquinho mais "poderoso (e autoritário, bom lembrar). O que não deixa de ser uma forma de antropomorfização.

Deus, sendo um espírito como nós, é também humano. Uma pessoa que, por ser, digamos, perfeita, não teve a necessidade de reencarnar, controlando todo o universo dentro de seu esconderijo, pois como "líder máximo do universo", possui direitos que a humanidade não possui, dentre eles o de viver escondido sabe-se lá aonde. Acredita-se que ele aparecerá para os "mais evoluídos", o que lembra muito os protocolos que temos que ter para nos encontrar com as lideranças na Terra.

É absurda a ideia de que todos os seres do universo, incluindo a vasta humanidade, estaria submetida - e subordinada, submissa - a uma individualidade, ainda mais humana. Quer dizer que tudo que acontece no universo é para satisfazer os interesses mesquinhos de uma liderança humana? Um líder que apesar de onipotente e onisciente, vive escondido de todos nós? E porque ele se esconde? Ele é um monstro, uma aberração, um ditador sanguinário? Sei lá!

E mesmo sendo espiritual, ele ainda representa uma forma humana. Ainda somos muito infantis e por isso preferimos acreditar num tutor, uma espécie de "pai" a nos "orientar", dar ordens e "prestar socorro". Somos crianças ainda incapazes de andarmos sozinhos.

Continuem acreditando no seu Tutor Fujão e mantenham a inércia que preserva integralmente todos os erros que vemos ao nosso redor no cotidiano, o que tem travado e adiado a evolução espiritual da humanidade na Terra. Se somos incapazes de resolver problemas é porque preferimos entregar a missão de resolver, que deveria ser nossa, a esse Carinha que vive se escondendo de nós com vergonha da insensatez das seitas e filosofias que tanto O veneram.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Em franca decadência, "Espiritismo" brasileiro, consagrado como uma igreja, apela para não acabar

Alegada "impossibilidade" de ateísmo espírita tem origem nos dogmas de Chico Xavier

Por um Espiritismo totalmente divorciado da religião